Publicado em Deixe um comentário

Melasma

melasma

Etiologia
Desconhecida.
Fatores associados: hormônios femininos, radiação ultravioleta e herança genética.

Dados epidemiológicos
Dermatose comum em regiões tropicais e equatoriana.
Frequente nas mulheres em idade fértil e gestantes. Mais omum em fototipos alto.

Manifestações clínicas
São manchas hipercrômicas, acastanhadas, que acometem simetricamente, as regiões malares, frontal, supralabial e queixo. Os membros superiores podem ser acometidos.
As lesões surgem ou pioram com a exposição solar, gravidez e uso de anticoncepcionais hormonais.

Diagnóstico
Clínico, lâmpada de Wood, histopatológico.
Histopatológico: aumento da melanina na camada basal.

Diagnóstico diferencial
Melanose solar, ocronose exógena, hipercromia pós-inflamatória, melanodermia tóxica, hipercromia por doenças endócrinas.

Tratamento
Tratamento paliativo.
Fotoproteção.
Clareadores tópicos.
Retinóides tópicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *